Quarta-feira, 11 de Maio de 2011

O Tribunal Central Administrativo do Sul declarou inexistente a deliberação do Conselho de Justiça da Federação Portuguesa de Futebol que aplicou uma suspensão de dois anos a Pinto da Costa e subtracção de seis pontos aos dragões (...) Debaixo de muita polémica e veemente contestação dos visados, esta sentença foi confirmada por aquele órgão após decisão da Comissão Disciplinar da Liga, então liderada por Ricardo Costa. (...) a decisão é inócua em termos desportivos, mas muito importante para limpar a imagem da instituição e do seu principal dirigente. Os clubes devem reagir a esta notícia nas próximas horas.

[via A Bola]

 

 

Nota pessoal: Não deixa de ser curioso que seja a Bíblia do Benfica a salientar a importância da limpeza de imagem da instituição e respectivo Papa. É quase uma certificação de que Pinto da Costa é o exemplo fiel de uma alma imaculada.

 



publicado por Marco Moreira às 17:14
 
redes e bio do autor

                                   

 

Bio de Marco Moreyra

pesquisar neste blog
 
ligações