Sábado, 26 de Março de 2011

 

De Portugal não há quaisquer notícias no site oficial do Fundo Monetário Internacional desde Outubro de 2010. Há 5 meses portanto. O equivalente à mesma altura em que o Nepal deixou de ter também notícias relacionadas com o mesmo.

 

Devido à situação em que o país se encontra poderíamos talvez esperar outra coisa. Não por mera especulação, mas simplesmente porque fazendo a comparação com os restantes que formam o chamado grupo dos PIIGS - que se encontram em posição mais delicada dentro da zona do euro, e que actuaram de forma mais indisciplinada nos gastos públicos e se endividaram excessivamente - a diferença de "tratamento" é no mínimo interessante de seguir.

 

A saber, a última vez que estes países tiveram notícias no site oficial do FMI foram:

 

  • Portugal - 09 de Outubro de 2010 (168 dias)
  • Irlanda - 17 de Marco de 2011 (9 dias)
  • Itália - 14 de Março de 2011 (12 dias)
  • Grécia - 16 de Março de 2011 (10 dias)
  • Espanha - 25 de Janeiro de 2011 (60 dias)

 

As projecções da Economist Intelligence Unit apontavam para déficits/PIB de 8,5% para Portugal, 19,4% para Irlanda, 5,3% para Itália, 9,4% para Grécia e 11,5% para Espanha.

 

Possa talvez Teixeira dos Santos elucidar-nos sobre as razões que nos levam a não termos notícias relacionados com o FMI há 168 dias. Talvez ele possa explicar como um país que entrou no radar de desconfiança dos investidores e possuir a elevada relação dívida/PIB tenha conseguido ser ignorado durante tanto tempo pela organização que pretende assegurar o bom funcionamento do sistema financeiro mundial.

 

Sabemos que o segredo é a alma do negócio, mas talvez fosse interessante alguém explicar isto.



publicado por Marco Moreira às 19:40
 
redes e bio do autor

                                   

 

Bio de Marco Moreyra

pesquisar neste blog
 
ligações