Quarta-feira, 13 de Julho de 2011

 

Depois dos COLDPLAY esgotarem os bilhetes do 1º dia do Optimus Alive, foi a vez dos ARCADE FIRE e PORTISHEAD fazerem o mesmo no Super Bock Super Rock. O bilhete de 3 dias (80€) também está esgotado... Sinais de uma "crise" anunciada!


tags: ,

publicado por Marco Moreira às 16:32
Sexta-feira, 08 de Julho de 2011

«Pelo menos é uma pessoa interessada¹ e culta e a Canavilhas, para mim, era uma terrorista, o ministério da cultura do Sócrates é uma espécie de invasão dos Hunos» Joaquim Benite in JORNAL i, 01 Jul'11

 

«Não quero diabolizá-los² como faz certa esquerda. Não sou liberal na economia, só noutras coisas, mas a coisa está tão má, e as soluções apontadas dos partidos à esquerda do PS são tão patéticas, perigosas e demagógicas, que gostaria que o PS tivesse um bocadinho mais de mão na coisa (...) A cultura tem de deixar de ser tão mariquinhas. Eu não gosto de choramingões, e há trinta anos que vejo gajos a choramingar e a traírem-se uns aos outros, a andar de punho cerrado e por trás a lamber o cu ao ministro ou ao secretário de Estado. Por isso, sabes o que te digo, eu caguei. Podes mesmo escrever, eu caguei para isso, cago para a política cultural (...) Historicamente, o PSD sempre teve muito pouca sensibilidade cultural, o que é curioso porque o Durão Barroso sempre gostou das artes performativas. Vi-o muitas vezes, tal como ao Paulo Portas, em espectáculos, mas nunca vi gente de esquerda» Miguel Guilherme in JORNAL i, 08 Jul'11

 

 


¹ Francisco José Viegas

² Pedro Passos Coelho e Paulo Portas



publicado por Marco Moreira às 10:29

 

Recordar o Diogo.

Porque "Nós somos o que partilhamos"


publicado por Marco Moreira às 08:33

 

DIOGO VASCONCELOS



publicado por Marco Moreira às 08:23
Quinta-feira, 07 de Julho de 2011

 

"Last Nite" - THE STROKES

Álbum: IS THIS IT


tags:

publicado por Marco Moreira às 18:49

 

Clique para melhor resolução

 

O rating informático da Moody's está agora com um ranking de nível "lixo". Ao que parece, o site da agência foi hackeado. Do ponto de vista do design está claramente menos "clean" mas muito mais sexy.



publicado por Marco Moreira às 18:25

«O Conselho de Governadores decidiu suspender a aplicação do requisito mínimo para crédito em relação a obrigações garantidas pelo governo português» Jean-Claude Trichet, 07 Jul '11 na conferência de imprensa do BCE.

 


Nota: 2 dias depois da Moody's nos "lixar" com os seu "murro no estômago", o BCE suspende a obrigatoriedade de um rating mínimo para aceitar colaterais de dívida pública portuguesa. Uma espécie de certidão de ilegitimidade à agência de rating. Devem estar lixados.



publicado por Marco Moreira às 14:37

 

Última crónica de Maria José Nogueira Pinto, um testemunho luminoso na hora da despedida, entregue poucas horas antes de morrer e publicado por sua expressa vontade

 

«NADA ME FALTARÁ» in Diário de Notícias, 07 de Julho de 2011

 

Acho que descobri a política - como amor da cidade e do seu bem - em casa. Nasci numa família com convicções políticas, com sentido do amor e do serviço de Deus e da Pátria. O meu Avô, Eduardo Pinto da Cunha, adolescente, foi combatente monárquico e depois emigrado, com a família, por causa disso. O meu Pai, Luís, era um patriota que adorava a África portuguesa e aí passava as férias a visitar os filiados do LAG. A minha Mãe, Maria José, lia-nos a mim e às minhas irmãs a Mensagem de Pessoa, quando eu tinha sete anos. A minha Tia e madrinha, a Tia Mimi, quando a guerra de África começou, ofereceu-se para acompanhar pelos sítios mais recônditos de Angola, em teco-tecos, os jornalistas estrangeiros. Aprendi, desde cedo, o dever de não ignorar o que via, ouvia e lia.

 



publicado por Marco Moreira às 13:52
Quarta-feira, 06 de Julho de 2011

Não me choca a folgança da Joana Amaral Dias relativamente ao episódio Moodys. Choca-me mais que haja telespectadores que ainda não tenham mudado de canal.



publicado por Marco Moreira às 22:13

Não se considera uma mulher de causas perdidas? O CDS centrista acabou, a descriminalização do aborto vingou, o plano da Baixa-Chiado ficou pelo caminho. E na próxima legislatura, se o PS vencer, os casamentos homossexuais e a regionalização vão voltar à agenda...

 

Nada. A única coisa importante aí é podermos responder à pergunta: 'Onde é que tu estavas quando isso aconteceu?'. O que é preciso é cada um estar do seu lado da barricada. Continuo convencida de que não são boas soluções. O importante é combater, não é perder ou ganhar. Maria José Nogueira Pinto in jornal SOL 22 Mai '09



publicado por Marco Moreira às 20:06

 

MARIA JOSÉ NOGUEIRA PINTO

 

[Fotografada por José Boavida Caria]



publicado por Marco Moreira às 19:53
Quinta-feira, 30 de Junho de 2011

O casamento gay é agora legal em Nova Iorque. Rudy Giuliani, antigo mayor da cidade prometeu antes da legalização a um casal gay amigo, Howard Koeppel e Mark Hsiao, que «se tal se tornar legal, serão um dos primeiros que irei casar». O casal ficou conhecido do público quando hospedou em sua casa o amigo Giuliani em 2001 numa altura em que os tabloides nova-iorquinos relatavam o fim do casamento do mayor. Howard Koeppel diz que o seu "amigo" Giuliani não atende, nem responde a nenhuma das suas chamadas.

 

Talvez porque já se tinham casado no estado do Connecticut em Abril passado, Rudy Giuliani terá pensado que não valia a pena atender o telefone... 



publicado por Marco Moreira às 01:38

 

Álvaro Santos Pereira vs. Rafael Benitez



publicado por Marco Moreira às 01:24
Segunda-feira, 27 de Junho de 2011

 

Uma nova estirpe de antisemitismo cresce globalmente de dia para dia. Esta nova estirpe prolifera o seu ódio aos Judeus sob o pretexto de que Israel é um estado ilegítimo e que o Sionismo é uma ideologia racista. Mas nos dias de hoje, ainda que amiúde, conseguem-se flagrar casos com as mais medievais formas de antisemitismo primário.

 

Em Portugal estes casos são virtualmente inexistentes pois geralmente são feitos em ambientes limitados e herméticos. Raramente temos acesso a ensaios ou artigos de opinião que expõem casos de antisemitismo racial, economico-social e religioso. Talvez porque os poucos que têm capacidades linguísticas e/ou intelectuais (i.e.com génio mais malicioso), raramente se dão ao luxo de proferir injúrias que possam desvendar a sua condição, a mesquinhez da sua personalidade ou até a falta dela.

 

Ontem, 27 de Junho no site do DIÁRIO DAS BEIRAS, alguém terá atingido tal "façanha". Massano Cardoso, Professor catedrático de profissão (!) e deputado do PSD eleito pelo círculo de Coimbra na legislatura anterior, terá alegadamente escrito um artigo intitulado «Cães...» onde podemos experimentar uma das formas mais arcaicas e assustadoras de antisemitismo. Apesar da repugnância que certamente causará aos meus queridos leitores, apelo a sua leitura atenta.

 


P.f. clicar para acesso ao LINK ORIGINAL ou IMAGEM GRAVADA

 



publicado por Marco Moreira às 23:44

 

Seria ridículo tentar explicar ISTO. Até porque não tem explicação. Mas na vaga esperança de tentar colocar algum bom-senso na cabeça do desregulado senhor que lidera a Opus Gay importa fazê-lo saber que:

  1. Israel é o único país do médio-oriente que ampara legalmente os direitos dos homosexuais
  2. O exército israelita admite abertamente a entrada de homosexuais
  3. Os homosexuais ocupam posições de destaque nos negócios e vida pública
  4. Tel-Aviv é a "Meca" gay internacional

Por muito sectário que eu possa soar, Israel é um oásis de tolerância liberal e se os homosexuais querem ficar do lado dos "oprimidos" na região isso significa que estão do lado do Hamas e dos seus avalistas em Teerão, por muito que tentem negar.

 

Não quero com isto dizer que os homosexuais estão errados por simpatizar com aqueles que hoje são genuinamente oprimidos; pelo contrário, é uma qualidade admirável. Mas muito frequentemente, ideólogos extremistas com motivos ulteriores e agendas radicais pervertem este digno instinto.

 

Baseado nesta fonte, talvez fosse boa ideia confrontar o sr. Shaad Wadi perguntando-lhe se a sua visão é a mesma partilhada pelo HAMAS, partido escolhido democraticamente pela esmagadora maioria dos palestinianos.

 

Ficar do lado dos entusiastas do fascismo religioso não é "progressista". Para além de ser um absurdo paradoxo é também obsceno.



publicado por Marco Moreira às 13:29
Bancada parlamentar do Bloco de Esquerda é a única que cumpre paridade. Pudera! São tão "poucachinhos". Interessante é também que o Partido Comunista tenha só duas mulheres entre os 16 lugares (!) que detêm no parlamento. E daí talvez não...


publicado por Marco Moreira às 13:01
Domingo, 26 de Junho de 2011

 

Clique para melhor resolução



publicado por Marco Moreira às 17:35

«Dois meses depois da inauguração, o aeroporto de Beja recebe um voo regular semanal, de Londres. No último domingo, o avião com capacidade para 49 lugares, trouxe sete passageiros. Ao final da manhã já não havia vestígios dos turistas e os serviços de apoio estavam fechados. O promotor das viagens considera “pobre” o primeiro mês de voos. Uma opinião contrária à do diretor do aeroporto, que faz uma avaliação muito positiva da nova pista de aterragem alentejana» in EXPRESSO 25 Jun '11

Até aos último suspiro, Sócrates defendeu obras públicas para as quais não tínhamos dinheiro. Veja-se como o absurdo do TGV à perspectiva da crise que atravessamos era mais que um trunfo eleitoral do secretário-geral socialista, era uma inevitabilidade da qual dependia o nosso progresso.

 

A hipoteca do Estado foi sempre feita em consciência pelo governo socialista e para tal bastava dar-lhe o sentido abstracto que não tinha. O de que o mesmo só tem lugar na política de mão estendida, sem consequências, sem outra solução viável. Hoje (quase) todos concordam que afinal o Estado somos todos nós e que o Estado Social gratuíto não existe. Não existe porque o pagamos a cada segundo.

 

Há quem defenda que os socialistas criaram um monstro bem intencionado. Para mim esses paradoxos não têm lugar no socialismo, criaram-no porque viveram dele e para ele. Não porque gostem mais do Povo que todos os demais. Mas sim porque gostam que o Povo lhes pague a inércia intelectual e ideológica, sempre na "melhor" das intenções.

 

E agora, o que será de nós: órfãos do Estado Social?  



publicado por Marco Moreira às 16:31

 

Parabéns ao ALEX FILIPE



publicado por Marco Moreira às 03:46

«Chocou-me a saída da obra de Camilo Castelo Branco do ensino secundário, porque se trata de um autor extremamente versátil, cuja obra atravessa todo o século XIX» Maria de Lurdes Fernandes, vice-reitora da Universidade do Porto, sobre a retirada do escritor dos currículos do ensino secundário.

Nota: São escolhas que se fazem...



publicado por Marco Moreira às 02:46
 
redes e bio do autor

                                   

 

Bio de Marco Moreyra

pesquisar neste blog
 
ligações