Quarta-feira, 27 de Julho de 2011

 

Chama-se Alfredo Barroso e diz que é doutor. Sobre a preparação de Teresa Caeiro em debates televisivos até poderiamos estar de acordo, mas a falta de elevação do "feroz socialista" e sua cegueira ideológica não justificam a forma como o próprio prepara os seus "ensaios carbonários" camuflados de debates.

 

Pessoalmente gosto muito de citações, até porque como Alfredo Barroso reinvidica, também gosto muito de ler. Todavia não me lembro de alguma vez ter tido o desplante de pedir (muito menos exigir) que alguém me fizesse uma análise concreta a citações por mim escolhidas, sem aviso prévio. Talvez seja eu que tenho pouco jeito para manobras inquisitoriais, mas ainda assim parece-me que o doutor tenha sido pouco ortodoxo.

 

Bem teve o Mário Crespo, que com a habitual cordialidade e educação consegue alhear-se do fogo-posto ao seu redor e que mesmo com gasolina tenta apagar alguns fogos. Brilhante! Não necessariamente produtivo, mas brilhante.  

 


Nota: O video do programa "Frente-A-Frente" de hoje parece ter sido apagado¹ dos videos do SAPO e do site da SIC Notícias, mas o INSURGENTE fez o favor de gravar com o telemóvel. Boa!

 

¹ ACTUALIZAÇÃO: Está de novo disponível



publicado por Marco Moreira às 02:47
Quarta-feira, 06 de Julho de 2011

Não se considera uma mulher de causas perdidas? O CDS centrista acabou, a descriminalização do aborto vingou, o plano da Baixa-Chiado ficou pelo caminho. E na próxima legislatura, se o PS vencer, os casamentos homossexuais e a regionalização vão voltar à agenda...

 

Nada. A única coisa importante aí é podermos responder à pergunta: 'Onde é que tu estavas quando isso aconteceu?'. O que é preciso é cada um estar do seu lado da barricada. Continuo convencida de que não são boas soluções. O importante é combater, não é perder ou ganhar. Maria José Nogueira Pinto in jornal SOL 22 Mai '09



publicado por Marco Moreira às 20:06

 

MARIA JOSÉ NOGUEIRA PINTO

 

[Fotografada por José Boavida Caria]



publicado por Marco Moreira às 19:53
Sexta-feira, 17 de Junho de 2011

 

Afinal não houve boys nem "pentelhices"! MEA CULPA, por ter ido na conversa do jornal i. Há primeira vista temos Governo (com 'G' capital). CDS-PP com 3 importantes pastas e 4 independentes. 2 Mulheres de armas, capazes e com guts, Thatcher-style. A esquerda pode assim aprender o que significa pluralismo... e qualidade, já agora! Abaixo a lista:

 

  • Estado e Finanças - Vítor Gaspar
  • Economia e Emprego - Álvaro Santos Pereira
  • Estado e Negócios Estrangeiros - Paulo Portas
  • Justiça - Paula Teixeira da Cruz
  • Administração Interna - Miguel Macedo
  • Ministro-Adjunto e Assuntos Parlamentares - Miguel Relvas
  • Educação, Ensino Superior e Ciência - Nuno Crato
  • Solidariedade e Segurança Social - Pedro Mota Soares
  • Agricultura, Mar, Ambiente e Ordenamento do Território- Assunção Cristas
  • Saúde - Paulo Macedo
  • Defesa Nacional - Aguiar-Branco

Numa semana onde as notas positivas estiveram muito por baixo, Pedro Passos Coelho passa com distinção. Felizmente acabaram as cantigas. Porreiro, pá!



publicado por Marco Moreira às 20:09
Quinta-feira, 16 de Junho de 2011

Eduardo Catroga deverá ser o próximo titular da pasta do super-ministério da Economia, que vai agregar as Obras Públicas, Transportes, Telecomunicações e Emprego, apurou o jornal i

 

Nota pessoal: Nem Carlos Moedas, nem António Lobo Xavier. Estava-se mesmo a ver que o CDS-PP não ia embirrar com uma "pentelhice" como a pasta economia.



publicado por Marco Moreira às 17:59
Terça-feira, 14 de Junho de 2011

Apesar da abstenção o CDS-PP teve mais de 60 mil votos acima dos totais de 2009. Alguns "paineleiros" e analistas políticos falaram de uma certa azia, ou desilusão no Largo do Caldas depois da apresentação dos resultados. Uma semana depois ainda estou para perceber porquê.

 

Se calhar que sou eu que sou muito burro...

 



publicado por Marco Moreira às 23:47
Sexta-feira, 03 de Junho de 2011

 

Este domingo pode ser histórico. Historicamente bom ou historicamente mau. O de cima já conhecem, o de baixo não queiram conhecer... escolham uma alternativa pelo seu mérito, esqueçam a alternância: Este é o momento!



publicado por Marco Moreira às 14:11
Quarta-feira, 01 de Junho de 2011

 

Há pouco, numa rede social, um amigo que muito prezo referiu-se de forma politicamente incorrecta ao co-fundador do CDS-PP. Infelizmente não lhe posso dar razão. Não que a minha vertente moralista me desapegue deste tipo de qualificações, mas por mero pragmatismo político e científico. Reparem: Os porcos são animais muito inteligentes. Só os chimpanzés, golfinhos, elefantes, cães e alguns políticos são ligeiramente mais inteligentes que esta espécie de mamíferos bunodontes artiodáctilos não ruminantes. Eis outras razões pelas quais defendo que não o é:

  1. Os porcos não se referem ao CDS-PP como «outro partido»
  2. Os porcos não dizem que «se não fossem os submarinos e os buracos no BPN e no BPP, Portugal tinha tido o défice mais baixo da Europa em 2009»
  3. Os porcos não se referem a Manuela Ferreira Leite como alguém que «queria correr com José Sócrates de primeiro-ministro»
  4. Os porcos não se referem a António Serrano como sendo «o maior ministro da Agricultura que Portugal já teve»

Não vale a pena tentar encontrar substantivos de forma a qualificar as indecências que esta personagem pedante tem professado. Importa sim salientar que Basílio Horta é cabeça de lista do PS em Leiria. E que o CDS-PP tem nas listas leirienses nomes como Conceição Cristas, Manuel Isaac e Pedro Pestana Bastos. O resto são "balelas"...

 


PS: Alguém era capaz de comer disto numa roulote de bifanas?!



publicado por Marco Moreira às 14:46
Segunda-feira, 30 de Maio de 2011

 

E ao 7º dia, na feira de artesanato de Satão (o nome da vila já antecipava algo diabólico) Paulo Portas dá o seu tiro no pé. Não é que não tenha direito, mas não fica bem piscar o olho à esquerda e desprezar quem lhe dá sempre o voto.

 

Pouco posso acrescentar ao que o Henrique Raposo eminentemente escreveu, a não ser que não morro de amores pelos excessivos laivos maquiavélicos do líder centrista. Percebo porquê! Já o florentino dizia:

«sou de parecer de que é melhor ser ousado do que prudente, pois a oportunidade é mulher e, para conservá-la submissa, é necessário contrariá-la».

Mas eu cá gosto pouco de "bondage" e "sadomaso". Prefiro a coerência ao contrafeito e o verídico ao simulado. Ainda assim voto nele, porque é o melhor. Posso ser "maverick" mas não sou parvo.



publicado por Marco Moreira às 00:49
Sábado, 28 de Maio de 2011

O Daniel Oliveira está com azia... bebe uma Frize qu'isso passa.



publicado por Marco Moreira às 22:47
Sábado, 21 de Maio de 2011

«Os bons resultados do CDS-PP explicam-se facilmente. O PP é coerente, mas racional. O PP é teimoso, mas com ideias. O PP é articuloso, mas sintético. O PP faz os trabalhos de casa (sem copiar). O PP tem uma linha, onde outros pescam à linha. E possui uma estratégia, onde outros só têm lanternas, e mapas desactualizados» Nuno Rogeiro in revista Sábado 19 Mai' 2011



publicado por Marco Moreira às 23:07
Terça-feira, 17 de Maio de 2011

«candidato¹ a primeiro-ministro de Portugal dos Pequeninos, mas não do Portugal a sério» Luís Filipe Meneses à Lusa 17 Mai' 2011

 

Nota pessoal: Portista, elitista e deseperadamente tacanho.

 

ACTUALIZAÇÃO: Depois do debate Coelho vs. Louçã, cheira-me que vão começar a aparecer uns coiotes sulistas, elitistas e liberais

 


¹ Referindo-se a Paulo Portas



publicado por Marco Moreira às 21:45

Fernando Nogueira entra na campanha e avisa líder do CDS-PP que deve ser mais sensato, acusando-o de "tiques socráticos". Ora, eu apesar da minha filiação sinto-me capaz de ter opinião isenta e sensata. Conheço bem os defeitos de Paulo Portas e os "tiques" se que poderia escusar de ter. Mas aviso o ex-líder do PSD que talvez devesse estar mais atento. 

 

Apesar de saber que o Fernando Nogueira conhece bem os "tiques medrosos" do povo português na hora do voto, talvez devesse ele próprio ser mais sensato e acompanhar o que o portugueses acham de Paulo Portas e do CDS-PP.¹

 

Mas faz parte. O PSD já percebeu que o partido à direita que não lhes permite o totalitarismo destro, vale muito mais que o tal "voto útil" que pedem aos portugueses. Útil seria que Fernando Nogueira tivesse feito política quando cá esteve. Útil seria que estivesse atento à realidade política e não se deixasse embriagar com o "sucesso" dos comícios do PSD.

 

Contra factos, não há argumentos. Façam favor de ver os factos abaixo.

 


¹ Fonte: Jornal Expresso

 

 

clique para melhor resolução



publicado por Marco Moreira às 00:10
Terça-feira, 10 de Maio de 2011



publicado por Marco Moreira às 23:48

Paulo Portas foi confrontado por duas vezes com o cenário da formação de governo com o PS, durante o debate na TVI, que o opôs ao líder socialista. Nas duas respostas, foi peremptório: “Não me parece que se devam colocar os 78 mil milhões de euros que a ajuda externa dá a Portugal nas mãos daquele que considero que é político responsável pelo estado a que chegámos”, vulgo: José Sócrates.

 

Isto é, politicamente falando tem opinião igual a Pedro Passos Coelho. É aqui que surge o preconceito do voto popular nos populares. Se a opinião é igual, a hipótese do povo, inconscientemente, valorizar o "voto útil" no PSD é muito maior e o risco de na hora H este dar aquilo que Passos Coelho anseia, ficando o dito povo condenado a 4 anos de inércia, ou pior que isso. 

 

Parece-me óbvio que Portas foge ao utópico quando ressalva que nunca disse que é candidato a Primeiro-Ministro, mas sim, que esse é o cenário desejado pelos que lhe são próximos. Ele sabe que é (de longe) o melhor de todos os candidatos, mas que infelizmente a dimensão do CDS não lhe garante esse mérito. 

 

Assim sendo, em vez de igual, porque não priorizar o pragmatismo em vez do maquiavelismo? Porque não dar o concreto em vez do abstracto? Porque não dizer que não só rejeita governo com o Secretário-Geral do PS, mas sim com todo o PS?

 

Afinal de contas, ainda alguém acredita que o PS abandonaria o seu líder em abono do seu país?



publicado por Marco Moreira às 17:09
 
redes e bio do autor

                                   

 

Bio de Marco Moreyra

pesquisar neste blog
 
ligações