Quarta-feira, 24 de Agosto de 2011

 

Apesar dos desacordos constantes, José Sócrates e Luís Amado tinham em comum o "interesse estratégico" com a Líbia de Kadhafi.

 

Ainda que o primeiro tenha ido estudar filosofia, o segundo "anda por aí" como diria Santana Lopes. Mas por algum motivo, Amado é questionado pelos media sobre questões económicas que apesar de que serem questões que podem ser consideradas factíveis a qualquer ex-ministro, talvez outras houvessem bem mais pertinentes. Questões que o seu anterior ministério e o próprio PM teriam de responder pela forma travessa e interesseira com que se encarregaram do dossier Líbia.

 

Em países onde a responsabilidade por "decisões estratégicas" que envergonham o Estado é levada a sério, Luís Amado e José Sócrates teriam sido alvo de bombardeamento mediático. Por cá, ainda ninguém se lembrou. A imprensa terá tirado férias dos casos evidentes em benefício dos especulativos. Férias que infelizmente vão além de Agosto.



publicado por Marco Moreira às 21:43
Domingo, 12 de Junho de 2011

Se Sócrates tivesse ganho as eleições qual seria o discurso?

 

«O Partido Socialista precisa fazer uma grande separação de águas. O PS tem de mudar» Mário Soares in Jornal i 11 Jun '11

 

«José Sócrates decidia logo, às vezes esquecendo-se de ouvir» Maria de Belém in Correio da Manhã 11 Jun '11

 



publicado por Marco Moreira às 19:25
Sábado, 11 de Junho de 2011

"José Sócrates vai viver para Paris e estudar filosofia". O político decidiu seguir os passos do original. Bom para ele, melhor para nós!



publicado por Marco Moreira às 23:23
Domingo, 05 de Junho de 2011

 

PORQUÊ?

 

Porque tem humor:

«Tudo indica que a Coligação Democrática Unitária construiu um importante resultado» Jorge Cordeiro da Comissão Política do PCP

Porque tem progresso:

«As projecções indicam uma significativa vitória da direita (...) e indicam também uma derrota da esquerda, em particular do BE que nós queremos aqui com toda a humildade reconhecer» Mariana Aiveca, cabeça-de-lista do BE em Setúbal.

Porque tem a demissão de Sócrates:

«Entendo por isso que é necessário um novo ciclo político (...) pedi já o Presidente do PS para convocar para os próximos dias a Comissão Nacional do PS de modo a marcar um congresso extraordinário por forma a desencadear tão depressa quanto possível o processo de uma nova liderança (..) e não pretendo por isso ocupar qualquer cargo político nos tempos mais próximos» José Sócrates, (ex-)líder do PS

 


ACTUALIZAÇÃO: Com um título destes é mais provável ter destaque...

 

 

OBRIGADO À EQUIPA DO {#emotions_dlg.smile}



publicado por Marco Moreira às 20:55



publicado por Marco Moreira às 20:39

 

Legenda: Ainda a procissão vai no adro e já querem fazer a cama a José Sócrates!



publicado por Marco Moreira às 01:09
Quarta-feira, 01 de Junho de 2011

«Nem tranquila fico se ele¹ ficar na oposição, porque acho que ele na oposição vai ser tão pernicioso para o país quanto na liderança do país (...) Vai fazer a maior das afrontas a tudo que vai ser feito para cumprir o acordo que ele próprio assinou e que diz que é a solução do país» Manuela Ferreira Leite in Público 28 Mai' 2011 


¹ José Sócrates



publicado por Marco Moreira às 19:30
Domingo, 29 de Maio de 2011


publicado por Marco Moreira às 23:17
Quinta-feira, 26 de Maio de 2011

 

José Sócrates está chocado com a colocação do tema "Aborto" na agenda da campanha. Passos Coelho deu o mote e Paulo Portas reconhece que reavaliação da lei do aborto é «uma evidência que se impõe». Louçã fala em sec. XXI e progressismo para avaliar a lei que não fez mais que dar leniência à irresponsabilidade. Hoje, fazem-se mais abortos: legais e ilegais.

 

Convém lembrar José Sócrates de alguns números do referendo de 2007 em relação ao anterior de 1998, para além da esmagadora vitória de um "Sim" a uma questão que não empregou a palavra que melhor retrata o que se estava a votar:

Votos em branco - mais 22.037 votos

Votos nulos - mais 10.322 votos

Percebo perfeitamente que se vote em branco e nulo numa eleição que elege pessoas e partidos. Desenhar uma forma fálica num boletim de voto ou escrever "querem é poleiro" é perfeitamente válida no que diz respeito à expressão democrática, embora não se contabilize como válida para a votação propriamente dita, como é óbvio. Para mim faz mais sentido esse tipo de arte gráfica num boletim de voto que o voto num determinado partido ou pessoa. Mas custa-me a acreditar que alguém esclarecido relativamente a uma questão nuclear de qualquer civilização se dê ao trabalho de se deslocar a uma mesa de voto para exprimir a sua opinião desta forma.  

 

Para além de se poder especular em como a questão "Concorda com a despenalização da interrupção voluntária da gravidez, se realizada, por opção da mulher, nas dez primeiras semanas, em estabelecimento de saúde legalmente autorizado?", utilizada em ambos referendos, poderá ou não baralhar os cidadão menos formados e informados, interessa saber porque é que em 2007 as pessoas estavam menos esclarecidas que em 1998. E como podemos entender um "progresso" de 18% dos votantes em menos de 10 anos. 

 

José Sócrates não está chocado, está preocupado.



publicado por Marco Moreira às 15:35
Domingo, 22 de Maio de 2011

 

Nota pessoal: Mais depressa se apanha um mentiroso que um tweeter



publicado por Marco Moreira às 11:26
Quinta-feira, 19 de Maio de 2011


publicado por Marco Moreira às 03:40
Domingo, 15 de Maio de 2011

ESQUERDA MODERNA: Defende acerbamente a escola pública, mas coloca os filhos nos melhores colégios (i.e. os mais caros). Critica o capitalismo, mas faz compras na Fashion Clinic. Apela ao farnel, mas prefere restaurantes de luxo¹.

 


¹ O leitor poderá perceber melhor este exemplo no post do sempre atento Carlos Nunes Lopes @ 31 da Armada



publicado por Marco Moreira às 14:51
Sábado, 14 de Maio de 2011

Clique para ler notícia do "i"

 

 

 



publicado por Marco Moreira às 21:38
Quarta-feira, 11 de Maio de 2011

 

Tire as suas conclusões...



publicado por Marco Moreira às 16:01

O CANDIDATO E O MENTIROSO COMPULSIVO

 

Debate, Estúdios da TVI, o líder do CDS confronta o líder do PS por este inviabilizar a possibilidade de governar com FMI e apesar disso candidatar-se a Primeiro-Ministro.

 

Paulo Portas: Mas você disse que nunca iria governar com o FMI.

José Sócrates: Perdão, nunca disse isso.

Paulo Portas: Como não? Toda a gente ouviu isso da sua boca.

José Sócrates: Não, não, o que eu disse é completamente diferente disso. 

 



publicado por Marco Moreira às 00:24
Terça-feira, 10 de Maio de 2011

Paulo Portas foi confrontado por duas vezes com o cenário da formação de governo com o PS, durante o debate na TVI, que o opôs ao líder socialista. Nas duas respostas, foi peremptório: “Não me parece que se devam colocar os 78 mil milhões de euros que a ajuda externa dá a Portugal nas mãos daquele que considero que é político responsável pelo estado a que chegámos”, vulgo: José Sócrates.

 

Isto é, politicamente falando tem opinião igual a Pedro Passos Coelho. É aqui que surge o preconceito do voto popular nos populares. Se a opinião é igual, a hipótese do povo, inconscientemente, valorizar o "voto útil" no PSD é muito maior e o risco de na hora H este dar aquilo que Passos Coelho anseia, ficando o dito povo condenado a 4 anos de inércia, ou pior que isso. 

 

Parece-me óbvio que Portas foge ao utópico quando ressalva que nunca disse que é candidato a Primeiro-Ministro, mas sim, que esse é o cenário desejado pelos que lhe são próximos. Ele sabe que é (de longe) o melhor de todos os candidatos, mas que infelizmente a dimensão do CDS não lhe garante esse mérito. 

 

Assim sendo, em vez de igual, porque não priorizar o pragmatismo em vez do maquiavelismo? Porque não dar o concreto em vez do abstracto? Porque não dizer que não só rejeita governo com o Secretário-Geral do PS, mas sim com todo o PS?

 

Afinal de contas, ainda alguém acredita que o PS abandonaria o seu líder em abono do seu país?



publicado por Marco Moreira às 17:09
Quinta-feira, 28 de Abril de 2011


publicado por Marco Moreira às 00:28
Segunda-feira, 18 de Abril de 2011

Pouco depois das televisões filmarem José Sócrates a fazer testes de som e imagem em São Bento, antes de se dirigir ao País, a TVI fez circular um e-mail a informar que as referidas imagens não deviam ser utilizadas.

 

Manuela Moura Guedes, igual a si própria, condena desta forma a censura na sua página do Facebook:

 



publicado por Marco Moreira às 00:32
Domingo, 17 de Abril de 2011

Vi hoje na TV, aquilo que ontem se passava perto de mim. A inauguração no último troço da CRIL. Depois de 40 anos de espera lá se concluíram os pouco mais de 3 quilómetros, e lá conseguiu José Sócrates e os seus boys inaugurarem mais uma obra.

 

Entre os gritos estridentes das cantadeiras do rancho folclórico de sei lá onde, lá ia Sócrates enumerando as obras concluídas na sua legislatura aos senhores jornalistas. Velhinhas vinham de longe perto, em camionetas que a câmara socialista disponibilizou, financiada pelos mesmos de sempre, para abrilhantar a inauguração e besuntar o rosto barbeado do Primeiro Ministro. Beijinhos, tantos que ele distribuiu de sorriso amarelo. Nem parecia encenação.

 

Lá ia a caravana com Sócrates a ver pela janela os inúmeros grafittis que os "jovens", como lhes chamam nos subúrbios franceses, tiverem tempo para fazer. Parecia pensar: «É tão chato inaugurar coisas velhas e sujas»

 

Por lá via-se uma mini-manif, não mais de meia-dúzia, que se indignava por ter que "ir dar uma g'anda volta". Esquecidos pela autarquia, lá estava os moradores da Damaia e do Bairro de Sta. Cruz de Benfica. Antigamente eram vizinhos.

 

Hoje, aceleravam motards a estrear o novo troço "à séria". A grande velocidade queimavam os asfalto a mais de 100 à hora, sem reparar nos flashes dos radares. Flashes que espelham a forma de financiamento da estrada que julgam não ser "a pagar".



publicado por Marco Moreira às 17:15
Quarta-feira, 13 de Abril de 2011

 

clique no cartoon para melhor resolução



publicado por Marco Moreira às 23:05
 
redes e bio do autor

                                   

 

Bio de Marco Moreyra

pesquisar neste blog
 
ligações