Sábado, 25 de Junho de 2011

 

Venho hoje aqui numa missão de mediação multicultural em forma de obséquio para com os meus amigos ciganos. Urge clarificar a comunidade cigana que o "FUN CENTER" do Colombo tem um conceito ligeiramente mais conservador que a recreação do farwest em Lisboa. Andar aos tiros ainda não é a forma mais comum de diversão, pelo menos em recintos fechados.

 

Estou ciente que divertimento varia de cultura para cultura, mas ainda assim tentem não abrir fogo num local onde as famílias levam as crianças para se divertir. Eu sei que pedir a um cigano que não use a "fusca" de vez em quando é quase como pedir a um vegetariano que não coma soja mais ainda assim levem em conta o meu pedido.

 

P.f. não o entendam como uma reclamação, longe de mim pôr em causa o vosso direito à indignação. Entendam antes como uma súplica de alguém que claramente ainda não tem o apuro e instrução necessária para apreciar o que de mais exótico têm os nossos subúrbios. Grato pela vossa compreensão e bem-hajam pelas t-shirts da moda!



publicado por Marco Moreira às 22:44
Terça-feira, 17 de Maio de 2011

 

Imigrantes não gostaram do paternalismo do Obama de Massamá 

 

«Mas é africano porquê? Porque a mulher é africana? Porque tem uma filha africana? ''Casei com África''... Isso é uma hipocrisia, um paternalismo. Foi um mau princípio de conversa que Passos teve com a imigração» Timóteo Macedo, presidente da Associação Solidariedade Imigrante in jornal i 17 Mai' 2011



publicado por Marco Moreira às 15:53

«Posso-vos garantir que eu sou o mais africano de todos os candidatos ao Parlamento que existem em Portugal (...) E, não querendo que isto seja uma desculpa, que não é, a verdade é que podem ter a certeza de que eu tenho uma sensibilidade muito especial para tudo o que são os problemas destas comunidades. A minha raiz pessoal está muito ligada a África, também. Praticamente posso dizer que casei com África (...) É verdade, porque a minha mulher é da Guiné-Bissau, é de Bissau, e, portanto, a minha filha mais pequenina também é africana. É verdade, também tem uma costela africana» Pedro Passos Coelho num encontro com imigrantes, na Amadora - 17 Mai' 2011

 

Nota pessoal: A minha mulher nasceu em Moçambique. Quantos votos vale?



publicado por Marco Moreira às 00:41
 
redes e bio do autor

                                   

 

Bio de Marco Moreyra

pesquisar neste blog
 
ligações